Army troops begin patrolling the streets of Natal, Rio Grande do Norte, Brazil on January 22, 2017.  Stick-wielding inmates hurled stones and lit fires January 19, 2017 in the Alcacuz Penitentiary Center, where dozens were previously massacred, as authorities struggled to contain a spreading wave of gang violence in prisons across Brazil. Unrest also erupted in the town of Natal near the prison, prompting the government to order the deployment of armed forces in the town. / AFP / ANDRESSA ANHOLETE

Rio Grande do Norte passa para o Exército o controle da segurança no estado

O governo do Rio Grande do Norte transferiu o controle dos órgãos de segurança pública do estado para o Exército. A medida ocorre em meio à paralisação de policiais militares e civis devido ao atraso no pagamento dos salários, e após a autorização do governo federal para uso das Forças Armadas no estado.

Em decreto publicado neste sábado (30/12) no Diário Oficial do estado, o governador Robinson Faria formaliza o general de brigada Ridauto Lúcio Fernandes como o comandante encarregado das operações militares nas regiões metropolitanas de Natal e de Mossoró, as duas maiores cidades do Rio Grande do Norte. A ação de Garantia da Lei e da Ordem começou sexta-feira (29/12) e, caso não seja prorrogada, se encerra no dia 12 de janeiro.
Os primeiros 500 integrantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica já estão no estado desde sexta-feira (29/12), e nas próximas 48 horas mais 1,5 mil militares serão deslocados para o estado.
Desde o último dia 19, membros das polícias militar e civil e do Corpo de Bombeiros paralisaram parcialmente as atividades em protesto contra o atraso no pagamento do décimo terceiro e de salários atrasados.
Fonte original: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2017/12/30/internas_polbraeco,650647/rio-grande-do-norte-passa-para-o-exercito-o-controle-da-seguranca-no-e.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *