mina

Servidores de Ouro Preto, Região Central de MG, estão em estado de greve

Servidores municipais de Ouro Preto, Região Central de Minas Gerais, estão paralisados nesta quarta-feira (21) por sucateamento do serviço público. O estado de greve foi decretado no dia 15 de março.

Segundo o Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Município de Ouro Preto (Sindsfop), os funcionários decidiram em assembleia contra a desvalorização que o serviço público vem sofrendo há anos.

Os servidores saíram em passeata nesta terça-feira (20), com aproximadamente 450 pessoas. A mobilização começou em frente à prefeitura, passou pelo centro histórico e terminou na Câmara Municipal.

De acordo com o presidente do Sindsfop, Mauro Luiz Fonseca, cláusulas do acordo coletivo de 2017 não estão sendo atendidas. O movimento denuncia, ainda, condições precárias como falta de insumos, equipamentos inadequados e sobrecarga de trabalho. “Não adianta querer serviço de qualidade se não dão boas condições de trabalho para quem o executa. Não é uma luta apenas dos trabalhadores, mas de toda a população”, completou.

Nesta quinta-feira (22), será realizada uma assembleia do sindicato, enquanto a categoria espera uma resposta da Prefeitura de Ouro Preto. A associação afirma que “estamos em estado de greve, mas ainda não em greve. Isso será analisado caso o município não mande uma proposta concreta”.

Postos de saúde, serviços administrativos e algumas escolas tiveram o funcionamento reduzido pela paralisação nesta quarta-feira. Porém, todos os serviços essenciais, como Centros de Pronto Atendimento (UPA), água e esgoto, coleta de lixo e segurança pública, estão funcionando.

Segundo a Prefeitura de Ouro Preto, o prefeito ainda não se posicionou, mas há diálogo entre as partes. Duas reuniões já aconteceram em conjunto com o sindicato e ainda estão em negociações.

Fonte original: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/servidores-de-ouro-preto-regiao-central-de-mg-estao-em-estado-de-greve.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *